Google+ Followers

domingo, 3 de julho de 2016

BELEZA INEFÁVEL




Deleito-me nos braços d'aurora
E sinto que meus sentimentos
Voltam-se à exaltação da beleza,
Buscam superiores momentos.

Destruição!
Não ma tragam. Grito de horror.
Nos corações carentes de arte
Tal brado pode ferir com ardor,
Espalhando tristeza por toda parte.

Para que se conheça
Deste postulado o significado,
Há que se respirar o belo:
"É parte de nossa natureza
A inefável, cândida e régia beleza!"


Nenhum comentário:

Postar um comentário